6 dicas para o seu Linkedin

Desde a sua fundação em 2003, o Linkedin cresceu e se tornou a maior rede social empresarial do mundo. Com cerca de 225 milhões de usuários, o site permite o contato com possíveis clientes, empregadores e a construção de um networking com resultados mais expressivos do que o convencional.

Sendo indispensável no meio profissional, preparamos uma lista com seis dicas para você turbinar o seu perfil no Linkedin. Caso ainda não tenha um, recomendamos fortemente que você crie sua conta clicando aqui.

1. Foto profissional

Segundo Nicole Williams, especialista em carreiras no Linkedin: “Você tem sete vezes mais chance de ter o seu perfil visto caso você tenha uma foto. É como uma casa que está à venda: o que assume-se é que se não tem foto, algo está errado”.

Além disso, use a foto correta. Nada de fotos em festas, com o cachorro, em grupo ou outras categorias inapropriadas. O Linkedin não é o Facebook. Também procure uma foto com boa resolução, com qualidade profissional. As pessoas podem não querer se aprofundar no seu perfil caso você não tenha foto ou uma foto de má qualidade. Sue Cockburn dá as seguintes dicas para as suas fotos:

➙ Foto apenas da face, ou ombros e face;

➙ Tenha uma expressão agradável, profissional e amigável;

➙ Use um plano de fundo simples;

➙ Use roupas apropriadas para o seu campo de atuação.

2. Customize a sua URL

O link original para o seu perfil do Linkedin é absurdo! Grande, confuso, cheio de números e letras, e ainda assim, muitas pessoas cometem o erro de compartilhar esse link para o perfil delas. O site permite que você customize a sua URL, de modo que ao invés de uma sequência interminável de números e letras, você terá um link com as palavras de sua escolha que irá levar as pessoas até você.

Na seção “Editar Perfil” do site é possível criar sua própria URL exclusiva. Escolha uma com o seu nome ou com suas iniciais, de forma que sua identificação seja simples e rápida. Você pode (e deve) usar esse novo link na assinatura do seu e-mail, no seu cartão de visitas e nas mídias sociais em geral.

3. Customize seu título profissional

Abaixo do seu nome existe uma seção conhecida por título profissional ou headline. Por padrão, esta seção contém seu emprego atual, mas ela pode ser totalmente customizada em até 120 caracteres. Use isto! Se você é um engenheiro, por exemplo, não apenas coloque esta informação, mas diga em que área da indústria você atua, seja na área civil, mecânica, elétrica, industrial e etc.

Pense no nicho que você quer atrair e como você quer ser visto na rede social. Adicionar um pouco mais de informação pode te separar da maioria e permitir que seus serviços sejam encontrados mais facilmente por um sistema de busca.

4. Escreva um resumo interessante, coeso e que prenda a atenção do leitor

Nunca, NUNCA deixe a sessão “resumo” em branco, mas além disso, não tenha um resumo mal feito: é tão ruim quando ficar em branco. Talvez seja a seção mais importante do seu perfil e é a oportunidade que você tem para falar de si mesmo. NÃO copie o seu currículo aqui. Fale de quem você é, em um tom de conversa normal, como se fosse numa entrevista. Você pode listar suas conquistas, mas faça de maneira natural, adicionando-as ao seu texto, como se estivesse contando uma história.

Quebre seu texto em parágrafos e linhas – não espere que as pessoas reservem um tempo para ler um bloco único de 2,000 caracteres (limite máximo). Também não é necessário usar o limite máximo, tenha bom senso quanto ao tamanho do texto. Encerre seu resumo com um chamado para ação (ou Call to Action do inglês). Frases como “Sinta-se livre pra me contatar” podem ser úteis.

5. Não use a mensagem padrão para se conectar no Linkedin

“Eu gostaria de adicioná-lo à minha rede profissional no Linkedin”. Sério? O Linkedin não é como o Twitter, onde quantidade supera qualidade. O objetivo do site é que você construa uma rede de contatos valorosa que possa te levar a novas oportunidades. Quando você vai adicionar alguém, mesmo que seja alguém desconhecido ou alguém muito próximo a você – os dois extremos nas quais é mais fácil usar a mensagem padrão – tome um tempo para alterar a frase e torná-la pessoal. Não leva mais que cinco minutos e trará um impacto muito mais positivo do que a mensagem padrão,

6. Adicione “Trabalhos voluntários e causas”

Segundo o jobsearch.about.com, uma pesquisa do Linkedin mostrou que o trabalho voluntário fornece uma vantagem entre candidatos a um emprego, pois 41% dos profissionais entrevistados disseram que quando estão avaliando um candidato, consideram o trabalho voluntário de igual importância ao trabalho remunerado e 20% responderam que tomaram uma decisão entre candidatos baseado nos trabalhos voluntários.

Na seção “Editar Perfil” é possível adicionar esse recurso. Não possui nenhuma experiência nesse aspecto? Levanta-se e faça!

Aproveite ao máximo o Linkedin. É um ferramenta útil que pode trazer resultados expressivos na sua vida profissional.

Anúncios
Publicado em Sem categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: